"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

3 de jul de 2010

SPFW - 1 Dia

Lulus de Plantão, os eleitos do Lulus da Moda, no primeiro dia de desfile.

TUFI DUEK

Eduardo Pombal pescou nos anos 1960 as formas tubulares e o plástico à la Courregès. Dos 1990, trouxe de volta o minimalismo. E, nessa matemática que só faz sentido mesmo na moda, conseguiu uma ótima coleção de verão, ao mesmo tempo retrô e futurista. A peça-chave do desfile é o tubinho, que ganha ares tecnológicos graças aos tecidos: muita fibra de lamê plastificada, seda em relevo, fibra de papel. Tudo com transparência, sobreposições e recortes navalhados. O comprimento é quase sempre míni, com algumas interferências do longuete. E os acessórios reforçam a brincadeira 60’s versão moderna - bolsas quadradas e tubulares, saltos de acrílico (as sandálias, embora lindas, não parecem nada confortáveis, já que os pés das modelos escorregavam para a frente). As poucas calças que apareceram eram curtas e acompanhadas por tops ora furta-cor, ora translúcidos, que seguem a mesma ideia dos vestidos. Destaque para a combinação de cores – azul com verde, rosa com roxo - e para a beleza, com cabelos coloridos e make molhado, que reforçaram o ar hi-tech.


PRISCILA DAROLT
A inspiração veio do relevo das capas de livros antigos, mas a paixão pelo art déco foi a grande estrela do desfile de Priscilla Darolt. A estilista faz roupas para quem curte design e tem pernas fantásticas. Todos os vestidos são de camurça e curtérrimos. A modelagem, sequinha, ganha desenhos que brincam com o fosco e o brilhante. Acessórios trabalhados como armaduras urbanas enfeitam os modelos, todos muito parecidos. Estampadas com recortes geométricos e brincando com degradês, as peças dão ar de gladiadora às moças longilíneas e confiantes que apostam no básico elaborado para vencer o verão.
CIA MARÍTIMA

Mil e uma noites

Com o casting mais badalado do primeiro dia de desfiles – com Isabeli Fontana e Emanuela de Paula –, a Cia Marítima mostrou mulheres bronzeadas e muito sexy em um passeio pelo deserto. A modelagem dos biquínis é bem pequena, com cós baixíssimo e, muitas vezes, com minúsculas tiras nas laterais. Para colocar à prova qualquer gordurinha adquirida no inverno, o sutiã também é míni, nos modelos cortininha, frente única ou tomara que caia. Já os maiôs vêm com cintura marcada por cintos ou faixas. A inspiração da coleção apareceu principalmente nas estampas – é linda a de camelos marrons – e nos bons caftãs e túnicas à la Carrie Bradshaw em Sex and The City 2. Há também peças com apliques de pedrarias e moedinhas douradas, bem no clima Mil e Uma Noites. Não é uma coleção de cores vibrantes, o que casa perfeitamente com o tema da marca: predominam o verde água, verde militar, amarelo, lilás, nude e algumas estampas de bichos.
 

Nenhum comentário: