"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

27 de fev de 2011

Rasteirinha com cara nova

Repassando uma dica super legal de customização. Que tal trocar as tiras da sua sandália por uma fita de cetim ou couro metalizada? O efeito é supreendente, podendo assim, multiplicar as versões e criar inúmeras possibilidades. Super fácil de fazer você só vai precisar de um metro de fita ( escolha a sua preferida), para dar uma ou mais voltas no tornozelo. Finalize com um nó na parte de trás.Uma dica é combiná-las com saias, vestidos e shorts curtos, para não achatar demais a silhueta. As sandálias em tons neutros pedem tiras coloridas, estampadas ou brilhantes. Inspirem-se!






Imagem: revista Manequim

23 de fev de 2011

Broche no sapato

A ordem agora é customizar o sapatinho esquecido no fundo da sapateira. Deixo-o moderno e estiloso com a aplicação de um broche chiquérrimo, e tenha uma nova peça em um piscar de olhos.
S'imbora tentar?

I Love Broches

Os broches são, sem dúvida alguma  "afirmadores instantâneos" de estilo pessoal, afinal, não é qualquer fashionista que desfila seu rico acessório por aíi....rss
Michelle Obama tornou-se a precursora deste acessório e usou durante a campanha do marido, de diversas maneiras, ( no colo, no decote, no canto próximo do ombro, colares, fechando cardigãns, em alças e em faixas na cintura..), e em todas elas o resultado foi moderno e elegante. 
Existem várias maneiras de utilizá-los, uma delas é usar mais de um ao mesmo tempo, mas para chegar a um resultado harmonioso, fique atenta a formas, texturas e cores.
Uma super dica é que podemos usar em lugares estratégicos no look para chamar atenção em pontos que gostaríamos de destacar.
Super fácil de achar já encontramos em lojas de fast fashion, ( nas lojas Renner tem um mais lindo que o outro),  brechós e também na caixinha de acessórios da vovó. Inspirem-se!
Beijos!

 Os broches de Michelle Obama


No lugar do botão do blazer


No decote



No canto do decote

substituindo aquele nó " horrível" na camiseta, não ficou muito mais charmoso? 


Na manga da camisa

No maiô

Criando um drapeado no look


No vestido de um ombro só

Nas costas




Imagens : Reprodução

18 de fev de 2011

Pra copiar já!


Se a sua camisa branca transparente anda esquecida no guarda-roupa, olha que maneira super elegante e moderno de usá-la. s'imbora tentar?


Jeans e camiseta branca

Super dica para este final de semana, que tal criar uma nova proposta com o nosso amado jeans e a camiseta branca? É possível criar um visual  moderno e cheios de estilo apenas, combinando peças de base neutra e turbinando com acessórios poderosos.
Cores e estampas são sempre bem findos para construir um visual alegre, mas, dê preferência para cortes impecáveis e tecidos de qualidade.
Se optar pela construção de um visual Hippie chic, bordados, rendas, franjas, entram nesta proposta, no próprio jeans ou em uma terceira peça, ( que você pode optar por um colete).
Enfim... criem inúmeras possibilidades...
Um Abraço!





Um Ótimo final de semana!!

17 de fev de 2011

Saias Mídi como usar

A saia mídi pode ir do meio da panturrilha até poucos centímetros acima do tornozelo, amadas por uns e odiadas por outras , a verdade é que a tendência chegou para ficar. O comprimento foi destaque na temporada de desfiles internacionais (Chanel, DKNY, Louis Vuitton, Fendi, Marc Jacobs) e nacionais de verão 2011. Apareceu em diversas versões: do modelo rodado e solto ao reto e justo (sempre de cintura alta!).
Uma dica, esse comprimento de saia é ideal para mulheres longilíneas, as baixinhas devem passar bemmmm longe, pois o efeito é de achatar a silhueta. 
Os modelos evasê ou rodados podem ser usados também por mulheres de quadril largo, já o reto, fica para quem está em boa forma. Nos pés, prefira salto alto se você não é muito alta! Scarpin, peep toes, espadrilles, sandálias, summer boots . E no inverno, use e abuse das botas e meia calça.
Se a minha altura e silhueta permitisse iria assim....rss
Inspirem-se

beijoss

Mulher de gravata

Acessório exclusivamente masculino a gravata desde os meados dos anos 80 passou a ser utilizada por mulheres transgressoras e cheias de atitude. Abaixo algumas maneiras de compor looks moderno, divertido e cheio de estilo. Usem e abusem..

Gravata como cinto

Como faixa de cabelo


Como lenço no pescoço



Como pulseira


De um jeito tradicional, mas com um toque de modernidade.

Como laço no pescoço

Lá em casa meninas..quem fica louca quando vê uma gravata na vitrine sou eu..rss ,amigos brincam dizendo que não precisam muito para identificar o homem da relação..rss ..fiquei louca para experimentar essas novas maneiras para compor o visual. S'imbora tentar??

16 de fev de 2011

Animale- Lançamento Outono- inverno

Se estiver na Cidade Maravilhosa, não perca!


Papo sério da semana

Texto de uma querida amiga, jornalista, escritora , Uuka Idi Urbi, que nos leva a uma profunda reflexão, se você ainda não conhece o seu trabalho, Clique Aqui , com certeza irá se identificar. Boa leitura!

"Quando soube do protesto com 400 ativistas contra a realização do concurso de Miss America, não imaginava que aquilo pudesse se estender até 2011 de formas tão distorcidas.
Em 1968 ainda era ousado uma mulher como eu, dizer o que pensava assim. Era tão arriscado, que poderia morrer solteira e mal vista pelos poucos rapazes que tentavam me cortejar.
Meu pai sempre foi muito moralista, cheio de verdades e virtudes. Escolhia desde minhas roupas, até as pessoas com quem deveria me relacionar. Digo relacionar no sentido de relações no geral entre amigos, colegas, família...
Ainda jovem, decidi que faria o que ele achasse melhor para mim, ainda que eu discordasse, ainda que sofresse.
Foi mais ou menos assim que passei parte de minha vida. Dizendo coisas que não queria dizer, suportando outras que jamais imaginei; discordando, me indignando e vendo ficar distante o ideal de uma grande mulher... vivendo apenas.
Tenho um marido como outro qualquer, dois filhos, uma casa pequena e um jardim enorme e florido. Tive um único cachorro que morreu logo que mudamos para cá; coleciono algumas viagens, sorrisos elogiados, mas poucos amigos.
Não imagine que foi exatamente assim que me tornei uma mulher frustrada, porque isso aconteceu ao longo da vida, vendo a vida passar.

Quando as 400 ativistas se reuniram em Atlantic City, era pensando nas mulheres de um futuro próximo, como 2011. Acho que no fundo elas sabiam que tudo seria assim.
Tenho certeza que a intenção não foi fechar portas, mas trazer um pouco de cautela na abertura delas.
O protesto era para que hoje, mulher não fosse sinônimo de luta por igualdade. É difícil brigar por algo que  deveria ser igual desde sempre.
Aquele tipo de exposição não contava com atributos do corpo e poucas ideias. Sem apelos sexuais, elas conseguiram ser lembradas desde então. Hoje, fato quase fora de contexto.
Elas não imaginavam que com o passar do tempo, ocorreriam muitas divisões entre nós, fazendo surgir inúmeras categorias de mulheres.
No final acabamos brigando entre si, disputando o brilho dos cabelos, os mililitros do silicone e a marca do batom. Nos desentendemos entre duas, três ou quatro por causa de um único homem. Passamos o nosso tempo comparando beleza, vestidos e sapatos e, como inimigas mortais, somos capazes de planejar uma a derrota da outra, sem piedade, mas com doçura e cinismo
Nos tornamos rivais, a começar pela fruta que acreditamos ter embutida no corpo. Aprendemos a chorar para conseguir, seduzir para conseguir, aliás, somos ótimas nisso.
Quando aquelas mulheres se reuniram por "Pão e Paz", não era para deixar existir a categoria "mulherzinha", mais vazia e aproveitada do que embalagem de Victoria Secret's de moça pobre. Era para que nos tornássemos amigas, cúmplices e vencêssemos juntas, fosse com cabelos castanhos ou loiros; com sutiãs grandes ou pequenos; com ou sem roupa. Sem perder o encanto, era para que cada uma colecionasse grandes conquistas e não surras de marido ou uma berada dos espaços sociais.
Tenho certeza que aquelas operárias da fábrica de tecidos de NY se manifestaram para que nosso trabalho fosse visto com a mesma dignidade de qualquer outro e para que não existissem barreiras tão insolúveis ao ponto de perdurarem por mais de 1 século.
Sem perder o medo de baratas, era para que tivéssemos grandes ideais, assim como grandes bolsas e mega hair.
Não era para sentir vergonha alheia, nem para optar por apelos decepcionantes. Era só para que fossemos muito mais fortes, com propósitos nas ações.
Hoje, me lembro da época com que tudo aconteceu com saudade e vontade de recomeçar. Passei parte de minha vida refém de uma indignação crescente, observando... vivendo apenas.
Mesmo assim, me sinto feliz por não ter concordado, mesmo que calada e concluo que, mulheres são diferentes dos demais porque podem ser mães mesmo sem ter filhos, ser fortes mesmo sem parecer, iguais mesmo sem ser. Por isso, são opostas desde o corpo até a alma. Isso já basta.

Longe de mim esse texto ser de criação própria!... rs"


Profundo e reflexivo... Unidas seremos sempre mais!!  Beijos..Boa tarde! 

 

12 de fev de 2011

O minimalismo e sua elegância

"Chega uma certa idade que não adianta ter o corpo perfeito. Para conseguir harmonia entre nossa personalidade e o que aparentamos ser é preciso saber escolher." C.P.
contato: angelic.moda@yahoo.com.br

Chá mágico chinês

Procurando algumas receitas de bebidinhas refrescantes, acabei encontrando em um "blog amigo", um chá muito inusitado,( pelo menos para nós aqui do Ocidente ). Trata-se de um chá chinês de jasmim que desabrocha na xícara. Na época da China Imperial, era a bebida exclusiva dos nobres da corte. Suas propriedades medicinais são muito conhecidas por aliviar o estresse; diminuir a ansiedade, a tensão e a exaustão nervosa. Ajuda a combater os sintomas da depressão, é excelente calmante e favorece um sono tranqüilo. Dizem que tem um sabor adocicado e é muito apreciado no Extremo Oriente. Bruna Bauer que é editora de alguns  sites de moda, relata todo o passo-a-passo, deste perfumado e alegre chá. E da próxima vez que algum conhecido desembarcar na "potência do futuro", terá na bagagem um pedido muito especial.

A embalagem 

a bolinha que vem dentro do pacote

Início da mágica


Instantes depois


O grande final....
胃口


Contato: angelic.moda@yahoo.com.br

11 de fev de 2011

Masculino sim, mas sem perder a feminilidade

Que os Oxford deixaram de ser apenas uma tendência e ganharam as ruas do Brasil e do mundo, todo mundo já sabe, que eles dão um ar masculino e tradicional ao look, idem. Nas inúmeras produções que visualizo, observo que estão sempre tentando quebrar este " ar masculino", com vestidos leves, saias evasês, estampas florais, rendas, ( o que acho ótimo também e particularmente adoro compor looks com essa proposta ). Então trouxe um look com oxford, super masculino.  Esta é sem dúvida a característica de uma pessoa que possui um estilo bem criativo, exótica e super confiante, vejam como as peças dialogam entre si e estão em harmonia. A  feminilidade está presente no look, no batom, nos acessórios e no chápeu de estilo retrô. Gostaram?

Inspirem-se

Contato: angelic.moda@yahoo.com.br

9 de fev de 2011

Ame a si próprio, acima de tudo

Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe;
Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz!!!

Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia,”FODA-SE, MANDE PRO INFERNO, ESQUECE!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria assim outro amigo.
Não conserte.
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ele vai melhorar”.
Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar, faça um escândalo.
Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.

Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro!!!
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-deus.
Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
Nunca deixe um homem definir quem você é.

Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate.
Todos os homens NÃO são cachorros.
Você não deve ser a única a fazer tudo…compromisso é uma via de mão dupla.
Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar.
Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.
Uma relação consiste de dois indivíduos completos, procure alguém que irá te complementar… não suplementar.
Namorar é bacana. Mesmo se ele não for o esperado "Sr. Correto".
Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele, ele se acha…
Nunca se mude para a casa da mãe dele.
Nunca seja cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem.
Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo oque você precisa.
Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros…
Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam). Você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.
O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas.
Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.

Oprah Winfrey

 Bom Diaaa!

Contato: angelic.moda@yahoo.com.br



8 de fev de 2011

O que fazer para estar na moda

" Comecemos pelo que não fazer: você jamais deve cair na tentação de estar tal e qual a modelo da revista, muito menos toda estilizada, como a nova mocinha da novela. Na moda, nada mais démodé do que copiar imagens prontas.Moda é exercício de singualaridade."  Costanza Pascolato


O consultor de imagem ou personal stylist auxilia seus clientes a encontrarem sua imagem ideal, descobrindo quais roupas, formas e cores caem bem em cada pessoa. Mostramos que o ato do vestir pode ser simples e envolvente se comprarmos roupas e acessórios de forma correta e bem pensada.
Porém é muito mais do que ajudar as pessoas a se vestirem bem. O objetivo de um consultor de imagem é levar o cliente a descobrir muito sobre si mesmo, sobre sua personalidade, estilo de vida e tudo que faz dele um ser único. Assim, ele mesmo conseguirá definir a sua identidade visual à partir da sua singularidade.
Estilo é identidade pura. Por que deixarmos de encontrar ou ao menos procurá-la.



Contato: ( angelic.moda@yahoo.com.br)

Desfile Jefferson Kulig - SPFW Outono Inverno 2011

Pra quem não teve a oportunidade de conferir o desfile do estilista Jefferson Kulig, Clique Aqui.


Porque mudar é preciso..sempre!

Oi..meninas saudadonaaa, nosso Blog que está prestes a completar 1 aninho..Huhuhu, está de cara nova, gostaram do novo layout? Quem nos acompanha já sabe, sempre costumo dizer "mudar é preciso", e como a nossa vida é repleta de transformações, automaticamente elas se refletem no trabalho.
Estive na SPFW, mais uma vez, cobrindo o desfile do estilista Jefferson Kulig. O ponto alto do desfile foi a combinação de casacos e calças em couro desenvolvido por Kulig, com recortes vazados em formato de arroz, tachas diferenciadas, peles de animais e perfume punk, lembrando armaduras poderosas e futuristas. 
Muito gostoso também, foi observar o que a galera está usando, formas diferentes de combinações, de usar os acessórios, dialogar e conhecer pessoas. 
Enfim...Lembrei agora de uma música do Alçeu Valença, ( Tesoura do Desejo), que vem bem a calhar com este momento de mudanças...

..." Vamos entrar...
- Não tenho tempo!
- O que é que houve?
- O que é que há?
- O que é que houve, meu amor, você cortou os seus cabelos?
- Foi a tesoura do desejo, desejo mesmo de mudar!"
E que a  inquietante tesoura do desejo de mudanças esteja sempre conosco, porque mudar é preciso...sempre!