"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

25 de ago de 2010

Você Sabia?!

Cientistas americanos dizem ter desenvolvido uma vacina que impediu o desenvolvimento do câncer da mama em ratos.
Os pesquisadores planejam agora fazer testes da droga em humanos.
Eles avisam, no entanto, que pode levar alguns anos até que uma vacina esteja disponível para o público.
O imunologista que chefiou a pesquisa, Vincent Tuohy, do Cleveland Clinic Learner Research Institute, disse que a vacina age em uma proteína encontrada na maioria dos tumores da mama.
"Acreditamos que esta vacina será usada um dia para prevenir o câncer da mama em mulheres adultas da mesma forma como vacinas vêm impedindo muitas doenças da infância", disse Tuohy.
"Se (a vacina) funcionar em humanos da mesma forma como em ratos, vai ser monumental. Poderíamos eliminar o câncer da mama".
Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Nature Medicine.

Desafio
No estudo, ratos com grande probabilidade genética de desenvolver câncer da mama foram vacinados.
A metade recebeu vacinas contendo a droga a-lactalbumina, a outra metade foi vacinada com uma droga que não continha a substância.
Nenhum dos animais vacinados com a-lactalbumina desenvolveu o câncer da mama. Todos os outros ratos apresentaram a doença.
Os Estados Unidos aprovaram duas vacinas para a prevenção do câncer, uma contra o câncer do colo do útero e outra contra o câncer do fígado.
Entretanto, essas vacinas atuam em vírus - o vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês) e o vírus da hepatite B (HBV) - e não na formação do câncer.
Câncer é um crescimento desordenado de células do corpo. Por isso, ao contrário de um vírus, não é reconhecido pelo organismo como um invasor ou um corpo estranho.
Isso dificulta a criação de uma vacina preventiva. Vacinar o corpo contra o crescimento excessivo de células significa vacinar o paciente contra seu próprio organismo, provocando a destruição de tecidos saudáveis.

Futuro
Caitlin Palframan, representante da entidade beneficente Breakthrough Breast Cancer, disse que o estudo pode ter implicações importantes na prevenção contra o câncer da mama no futuro.
"Entretanto, o estudo está em fase inicial e nós aguardamos com interesse os resultados de experimentos em grande escala para verificar se essa vacina seria segura e efetiva em humanos", acrescentou.
Ela disse que há medidas que mulheres podem adotar para reduzir os riscos do câncer da mama, entre elas, diminuir o consumo do álcool, manter um peso saudável e fazer exercícios regulares.

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2010/05/vacina-para-cancer-da-mama-e-testada-com-sucesso-em-ratos.html

Câncer de Mama -




Lulus de Plantão,  inaugurando a sessão "Saúde da Mulher", informações precisas do que venha a ser, como ocorre, sintomas , diagnóstico e tratamentos. Um dos principais objetivo do Lulus da Moda é conscientizar. Portanto atentas as dicas e vamos nos cuidar. ok?

Câncer de mama é o desenvolvimento anormal das células do seio. Estas células crescem e substituem o tecido saudável.

Câncer de mama é uma doença tratável. A descoberta precoce é a chave para sobreviver ao câncer de mama. O câncer normalmente começa com um pequeno nódulo que, com o tempo pode crescer e se espalhar para áreas próximas, como os músculos e pele, assim como nódulo de pus sob o braço. Principalmente o tumor pode se espalhar para órgãos vitais como fígado,cérebro, pulmão e espinha.

Mais ou menos uma entre oito mulheres desenvolvem câncer de mama. Mesmo com o recente progresso de descoberta precoce e tratamentos aperfeiçoados, o câncer de mama é terceira maior causa de morte para mulheres nos E.U.A

Como ocorre?

A causa do câncer de mama não é conhecida. Qualquer mulher pode desenvolver câncer de mama e apesar de muito menos comum, homens também podem. Algumas mulheres são mais propícias a desenvolver câncer do que outras se apresentarem os seguintes fatores :

- Ter mãe ou irmã com câncer de mama
- Nunca ter tido filhos
- Ter tido o primeiro filho após os 30 anos
- Histórico de exposição a radiação
- Fumar
- Terapia hormonal (estrogênio)
- Uso excessivo de álcool
- Ferimento no seio
- Obesidade


Não há evidências definidas ainda que o uso de pílulas por um longo período de tempo pode causar câncer de mama, mas esta possibilidade continua a ser estudada. Também parece que tomar estrogênio depois da menopausa causa um pequeno aumento de risco de câncer de mama.

Pesquisadores também estão estudando alguns vírus como possíveis causas.

Quais são os sintomas?

Na maior parte das vezes o primeiro sinal do câncer de mama é um pequeno nódulo no seio. O nódulo é geralmente indolor que pode crescer lenta ou rapidamente.

Outros sintomas do câncer de mama incluem:

- Mudança de cor, reentrâncias, enrugamentos, ou elevação da pele em uma área do seio
- Uma mudança do tamanho ou formato do seio
- Secreção no bico do seio
- Um ou mais nódulos nas axilas


Como é diagnosticado?

Para descobrir o câncer de mama o mais rápido possível, você deverá, a partir do momento que tiver idade suficiente para ter exames ginecológicos anuais:

- Fazer um auto exame mensal
- Fazer exame médico pelo menos uma vez ao ano
- Fazer uma mamografia entre 35 a 39 anos de idade. A partir daí, após os 40 a cada 1 ou 2 anos, de acordo com o programa recomendado pelo seu médico. A partir dos 50 anos, você deve fazer uma mamografia a cada ano. Se você apresentar características de alto risco de câncer de mama, você deve começar a fazer mamografias regulares aos 35 anos ou menos.


A maior parte dos nódulos não são câncer. Na maioria das vezes eles são cistos com fluidos no tecido do seio que aumentam e diminuem com o ciclo menstrual. Mas todo nódulo deve ser avaliado.A avaliação normalmente envolve:

- um exame médico
- uma mamografia
- uma biópsia de agulha ou cirúrgica (estes testes devem ser feitos mesmo que o nódulo não seja visto na mamografia)

Se fizer biópsia de agulha (também chamada de aspiração de agulha), primeiramente será aplicada uma anestesia local para adormecer a área do seio que será analisada. Então o médico insere uma agulha dentro do nódulo e retira o fluido ou tecido dele. Se o fluido completar a agulha, o nódulo é um cisto de fluido e não câncer. Remover o fluido também faz o nódulo desaparecer. O tecido retirado pela agulha será examinado no laboratório.

Se fizer biópsia cirúrgica, será aplicada uma anestesia local por seu médico que fará um corte no seio e removerá o nódulo. Este tecido será examinado através de um microscópio. Um teste receptor de estrogênio (ER) poderá ser feito com a amostra da biópsia para ver se os hormônios promoveram o crescimento do tecido cancerígeno. Um nódulo linfático também pode ser removido das axilas para que se verifique se o câncer estendeu-se além do seio.

Como é tratado?

Se um nódulo do seio é cancerígeno, a decisão para tratamento será feito por você, seu cirurgião, e seu oncologista (especialista de câncer).Estas decisões serão baseadas no tipo e no tamanho do câncer e se ele estendeu-se para o nódulo ou para outras partes do corpo.

Os possíveis tratamentos cirúrgicos são lobectomia (remoção somente do tecido cancerígeno) ou mastectomia (remoção completa do seio). Outros tratamentos possíveis são a radiação e a quimioterapia, estes tratamentos podem ser usados isolados ou em combinação.

Se você estiver considerando a mastectomia, você deve discutir com seu cirurgião as opções e datas para a reconstrução cirúrgica.

Como posso me cuidar?

Se foi diagnosticado câncer de mama:

- discuta com seu médico a respeito do câncer e opções de tratamento. Não hesite em ter uma segunda opinião.
- Pergunte para seu médico o que deve ser feito caso o tratamento cause desconforto.
- Faça exames regulares após o tratamento terminar.
- Continue com auto-exame mensal, mesmo que ambos os seios tenham sido removidos cirurgicamente, para que se possa perceber cedo a reincidência do câncer, caso haja.

Muitos serviços de suporte estão disponíveis para as mulheres com câncer de mama. A sobrevivência ao câncer de mama continua sendo aperfeiçoado. A maior parte dos tumores são encontrados pelas próprias mulheres. Quanto mais as mulheres fizerem o auto-exame regular, mais o câncer será constatado prematuramente. Como a mamografia e outras tecnologias aperfeiçoam-se, o câncer tem sido detectado antes mesmo de sua existência ser sentida ou suspeita. Detecção prematura aumentam grandemente as chances de sobrevivência e facilitam o êxito do tratamento. Para detectar o câncer prematuramente:

Faça um auto-exame mensalmente.

- Faça mamografias anuais a partir dos 50 anos

 
- Não ignore um nódulo ou mudança na aparência ou sensação do seio. Lembre-se que o tumor cancerígeno é normalmente indolor.


- Tocando as mamas, é possível identificar caroços, o que pode significar a presença do câncer. Mesmo fazendo o exame de toque mensalmente, a avaliação do médico é fundamental e deve ser feita pelo menos uma vez por ano. Só um profissional tem condições de diagnosticar o tumor. Os cuidados também devem ser estendidos para a alimentação, que deve ser rica em frutas e verduras, evitando a ingestão de álcool, o uso do cigarro e o ganho de peso. 


Há flores em tudo o que eu vejo!!

Lulus de plantão, ares campestres tomam conta da moda nessa primavera - verão. E é de lá, do campo, que vem as flores. Delicadas e miúdas ou grandes e suaves, elas aparecem em quase todas as peças do guarda-roupa, inclusive nos acessórios. Como na natureza, os tamanhos variam, mas as flores miúdas das estampas Liberty são as donas da temporada. Essas estampas tem história.
A estampa Liberty ganhou esse nome em referência direta ao seu criador, o inglês Arthur Lasenby Liberty. Ele fundou uma loja em 1875,que fez muito sucesso por vender tecidos com inspiração campestre, as estampas de flores miúdas. Inicialmente ganhou o nome de Liberty Art Fabrics, depois mudou para Liberty of London, existe até hoje e é localizada em Londres.
A idéia vem impregnada de jovialidade e romance. Os tecidos são vaporosos, quase como camisolas angelicais. Chiffons, georgetes e algodões finíssimos são misturados com rendas, laises, fitas e macramés, valorizando também o artesanal.
Quando as flores aumentam no tamanho, são aguadas ou estilizadas, como nas estampas de sofás e cortinas da era vitoriana. Esqueça os girassóis. São fortes e grandes demais para entrar nessa temporada floral. Para aderir ao estilo, vale misturar estampas diferentes em patchworks delicados e até mesclar flores com listas e pois. Bordados em alto relevo, flores vazadas nos tecidos e aplicações de flores feitas com fitas são recursos originais que trazem um novo frescor à estação.

Dicas de como usá-las:
- As miúdas como as das estampas Liberty, favorecem todos os tipos físicos. A grande vantagem é que elas funcionam muito bem quando misturadas com outras estampas.

- Estampas florais normalmente chamam mais a atenção. Evite que elas tenham um destaque maior do que o desejado.

- Flores em tons fortes (do vermelho ao amarelo), dão a impressão de aumentar a silhueta. Tons escuros ou frios, (do azul ao verde) são mais neutros.

- Na hora de apostar na estampa floral, prefira tecidos leves e fluídos, como chiffons, georgetes e algodões.

- Mulheres magras podem abusar de vestidos e túnicas em estampas florais de todos os tamanhos. Cintos largos na cintura podem ser usados à vontade.

- Quem está fora de peso, deve aproveitar para usar as flores em acessórios como cintos, bolsas, lenços e sandálias.

- Uma maneira mais atual de usar peças com a estampa é misturando com acessórios mais pesados, numa onda rocker. Ankle boots, tachas, cintos e couro ajudam a quebrar o look de boa moça, deixando você mais atual sem perder a feminilidade.

Para um look Militar, invista em uma jaqueta em tom verde militar.

Para um look Rocker (mais pesado), use uma jaqueta Perfecto e acessórios pretos, como, sapato, cinto e bolsa.

Para um ar Hippie Chic, abuse de acessórios tons de marrom, chapéus e tranças arrematam a produção.

Enfim.. se for o seu estilo use e abuse..Beijos


                                            Loja Liberty of London na Regent Street
Inspirem-se!