"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

4 de ago de 2010

Iara Lee- Voz Ativa

Lulus de Plantão..Bom Dia!
Recebi alguns e-mails com pedidos para postar alguns trechos da reportagem com a Iara Lee, ( militante social e cineasta ), confesso já li e reli esta reportagem inúmeras vezes e sempre descubro algo novo.
Referência de coragem, determinação e consciência social.

"Muitas pessoas me perguntam porque a Palestina? e então emendam: "porque você?" O que desejam saber, no fundo, é quem eu acho que sou para ter a pretensão de ajudar a mudar o mundo.
(..) "acho sinceramente que, se as pessoas compreendessem melhor uma as outras, hesitariam em declarar guerra e estariam mais abertas às diferenças. Não sou muito família no sentido tradicional da coisa, e, diferente das minha irmãs, não tive nem pretendo ter filhos biológicos. Também penso que a vida é muito curta para eu desperdiça-la preocupada apenas com meu conforto e bem-estar."
Quando uma bomba de fragmentação é lançada no ar, ela se abre e libera bombas menores... ... muitas vezes nas mãos das crianças que pensam ter encontrado um brinquedo que brilha." 
 Sem dúvida foi com o povo Palestino que estabeleci os laços mais significativos."
 No navio, convivendo com aquelas pessoas, estava mais à vontade do que jamais estivera em minha vida. Eram pessoas iguais a mim, com os mesmos desejos, o mesmo comprometimento. Nunca as tinha visto, mais sabia que estava entre amigos."
 Depois da tragédia, os sobreviventes  tinham direito a fazer uma ligação para a família.... .... liguei para minha assistente, para ela passar meu protesto político e pedi que avisasse a família que estava viva."
A essa altura já entreguei minha vida para defender a paz com justiça... ... suponho que  seja assim que eu me conecto com a humanidade. Sei que minha escolha tem um preço e pago por ele conscientemente."
 Claro que dói quando ligo para minha mãe e a primeira coisa que ela diz é " que bom que você está viva." Ou quando percebo que , em dez anos, vi minha família apenas dez vezes. Mas não se pode ter tudo. Acredito que seja essencial que nós jornalistas e cineastas, não tenhamos medo de estar no lugar errado na hora errada para relatar as tantas atrocidades que ocorrem por aí. Precisamos ter consciência que , se não o fizermos, ninguém o fará."

Iara Lee

Essa mulher faz a diferença! 

Inspirem-se!



Nenhum comentário: