"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

22 de abr de 2010

Meu estilo Hi Lo


Oii..Lulus!!
Hoje o assunto foi " Hi Lo". Tivemos um diálogo muito gostoso e divertido sobre este conceito.
High-Low ou Hi-Lo (do inglês: alto, baixo) é um termo de moda divertido, que aparece em muitos editoriais, onde peças de grife se combinam com outras de baixo custo. Seria mais ou menos como usar sandálias Havaianas com uma bolsa carésima ou jeans velhos e rasgados com escarpins Louboutin.
Hoje em dia, ninguém mais é vítima do total look de uma marca só. O consumidor contemporâneo já não é mais tão fiel – é móvel e racional. Ele analisa, compara, muda de humor e muda de marca. A moda agora é mais democrática, deixou de ser um padrão representativo de classe social para se tornar uma manifestação de identidades pessoais.
Atualmente a moda gira em torno do estilo, e o conceito hi-lo é o que há de mais forte no momento. Hi-Lo é uma abreviatura para a expressão “high and low”, isto é, “alto e baixo”. Esse é um conceito de moda que tem como principal característica a mistura de peças sofisticadas e outras mais básicas, ou seja, itens luxo com elementos mais baratos, que podem ser encontrados, inclusive, em lojas populares e brechós.
O hi-lo é um conceito que pode ser aplicado também nos tecidos. É possível misturar tecidos tradicionais com tecnológicos, ou couro com seda, por exemplo. Não existem mais ditaduras sobre o que se deve usar ou não, desde que as pessoas saibam bem a imagem que estão produzindo. O bom senso é essencial – o mix pode ficar ótimo, mas também corre o risco de ser um desastre.
O estilo hi-lo exige que se esteja sempre informado para que essa mistura seja feita de maneira harmoniosa; para adotar é preciso ter personalidade e atitude. Não é à toa que a moda hi-lo é muito comum entre as it girls de imagem mais forte. Kate Moss, Victoria Beckham, Alexa Chung, as gêmeas Olsen, Agyness Deyn entre outras, são adeptas desse conceito. No Brasil, a atriz Carolina Dieckmann é um ícone do hi-lo.
O ideal é que se opte uma calça jeans mais despojada ou um top mais básico, mas sempre por bolsas e sapatos de uma boa marca. É importante lembrar que o low de algumas mulheres pode ser o high de outras, tudo depende de quanto se quer gastar. Enquanto umas utilizam as peças de grandes redes de fast fashion, como a Zara e a H&M, como low, outras preferem itens de lojas mais populares. Por mais baratas que sejam as peças escolhidas, é fundamental que tenham uma boa aparência.
Hi-lo é uma outra maneira de usar o luxo; é desenvolver visuais criativos, juntando o requintado ao despojado. Junte uma regata básica da Hering com um blazer de corte impecável Armani, pérolas verdadeiras com uma t-shirt “moderninha”, e aí está um look hi-lo. Criar visuais que ostentam demais o luxo, apenas com peças caríssimas de grifes famosas fica muito over. Reúna o simples e o sofisticado, o clássico e o descolado – esse é a forma mais atual de estar bem vestida!
Pronto...
Mas na verdade isso não é nenhuma novidade, porque fazemos isso sempre, praticamente todos os dias, não é? Pegamos peças com valores de preço diferentes, seja no sapato, bolsa, bijoux, na calça, enfim.. o que mudou é que agora você é hi-lo!Essa é a aposta !!  Um estilo sofisticado e simples de se vestir!  Eu aprovo!

2 comentários:

Anônimo disse...

EU AMEEEEEEI, Sou modelo e atriz - Enfim... Amo a moda hi-lo e me sinto muito bem usando o que uso! E modesta parte seii usar as roupas de forma de equilibrada, HAHAHA, ameei o jeito que vc passa os assuntos pras pessoas. Bjos!

Angélica Torres disse...

Muito Obrigadaaa!! Eu particularmente sou adepta do estilo Hi-Lo.. Adoroo..rss
Visite-nos sempre e comente também..rss
Um Abraço!!