"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

22 de abr de 2010

Quem não viu a personagem Luciana de Viver a Vida mostrando seus problemas como tetraplégica após um acidente? A atriz Alinne Moraes, que dá dando um show de interpretação, moderninha tem até blog.  Esta semana a discussão é a vida sexual de cadeirantes, que virou até pauta de uma revista voltada para o público GLS.
A moda vai fazendo sua parte com o concurso voltado para estudantes com o tema Moda Inclusiva, organizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência apoio da Concurso Moda Inclusiva e patrocinado pela Vicunha Têxtil.
É o segundo ano da inciativa que coloca os estudantes de moda para pensar em situações muito raras no curriculos das escolas de moda, e se pensarmos, das ecolas como um todo.
Os interessados em participar podem realizar as inscrições até 30 de abril no site Pessoa com Deficência. Os alunos precisam enviar o croqui e a ficha técnica do look para o endereço da Secretaria - avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564, portão 10, Barra Funda, São Paulo – SP, CEP 01156-001.
Os 20 melhores trabalhos inscritos serão confeccionados com tecidos Vicunha e apresentados em 7 de junho num desfile no Museu da Língua Portuguesa, de onde sairão os três ganhadores do concurso eleitos por um júri especializado, que será composto por nove especialistas de moda.
look-vencedor-de-2009-feito-por-bruna-novo-do-val_credito-lincoln-yoshihashi-divulgacao
Look de Bruna Novo do Val, vencedor da primeira edição de Moda Inclusiva (foto: Lincoln Yoshihashi Divulgação)

O primeiro desfile do Concurso Moda Inclusiva ocorreu em junho de 2009, no qual os concorrentes exibiram suas criações voltadas a pessoas com deficiência no Memorial da América Latina, em São Paulo. Na época, os 20 finalistas visitaram o showroom da Vicunha, onde escolheram os jeans e os brins para confecção dos looks. Bruna Novo do Val saiu vitoriosa do desafio, ganhou como prêmio o estágio na Vicunha e pôde acompanhar, por um mês, os processos de pesquisa e desenvolvimento de artigos da companhia.
“Apoiar o concurso é uma maneira de mostrar a importância de o mundo da moda começar a pensar em modelagens que atendam as necessidades de pessoas com deficiência”, comenta Renata Guarniero, gerente de Marketing da Vicunha Têxtil.
“Oferecemos um estágio ao vencedor como premiação, porque consideramos importante reconhecer o trabalho de designers que se preocupam em fazer um trabalho voltado para a moda inclusiva”, diz Renata.
Serviço
2º Concurso Moda Inclusiva
Inscrições para o concurso: até 30 de abril, no site Pessoa com Deficiência
Entrega dos trabalhos: até 05 de maio
Divulgação dos 20 finalistas: 07 de maio
Desfile: 7 de junho


Fica a dica!!

Nenhum comentário: