"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

22 de abr de 2010

Dia da Terra -

 MODA SEM ESTAÇÃO - SEASONLESS FASHION

"Alô Chics! Saí de São Paulo (onde fazia sol) e fui a Recife (onde choveu) para fazer uma palestra. Isso para dizer que o tempo perdeu completamente a compostura e que não respeita mais nem estação, nem clima, nem nada. Aliás, aqui nos trópicos, nunca respeitou. O comércio que se vire para atender clientes que não vão mais se preparar para qualquer estação que o calendário marque - já que ela pode, ou não, acontecer. O que fazer?
Vejo aí uma oportunidade para os lojistas de mudar o discurso e se aproximar, de fato, da necessidade dos consumidores. Especialmente no nosso inverno, que normalmente não faz frio em grande parte do país. O truque seria anunciar uma virada de coleção sem se prender à idéia do inverno. Explico: as lojas deveriam anunciar a chegada de novidades de moda para que a pessoa renove algumas peças de seu guarda-roupa e sinta que está acompanhando o ritmo de mudanças do mundo sem ter que estar vestida de lãs ou peles, especialmente se morar num lugar quente.
As grandes marcas internacionais resolveram este problema muito bem. Sabem que não podem mais fazer roupas que correspondam a uma determinada estação porque são marcas globalizadas que vendem para lojas de todos os hemisférios. A Prada, Chanel e todas as outras grandes marcas têm lojas em Paris, na Austrália e na Ásia - e convivem com as necessidades de clientes que vivem em estações opostas - colocam na coleção de inverno roupas que possam ser usadas no calor e vice-versa.
Tenho certeza de que as melhores marcas brasileiras fazem a mesma coisas nos seus showrooms de venda. Cabe aos lojistas fazer uma seleção de moda que combine com o clima real de suas cidades em vez de forçar a barra com estações que não acontecem e deixam seus estoques estourados.
A seasonless fashion já foi inventada. Nada mais deprimente do que olhar vitrines de lãs, cachecóis e botas quando se está de biquíni saindo da praia."

FONTE: Glória Kalil

Nenhum comentário: