"O estilo nem por sombra corresponde a um simples culto da forma, mas, muito longe disso, a uma particular concepção da arte e, mais em geral, a uma particular concepção da vida." (Leon Tolstoi)

8 de jun de 2010

O que, afinal, o Fashion Rio propõe para o verão 2011?

Muita coisa; não vai nem dar para fazer uma lista de tendências, tantas são as variadas ofertas que as marcas mostraram.
Vamos lá:

. Maiôs e biquínis - este verão eles vieram com emoção. Ou seja, sempre com algo a mais. Acabaram os cortininha com calças de lacinho. Hoje eles são cheios de babados, laços, estampas diferentes, furos, recortes, alças cruzadas, drapeados, bordados e metais.

. Cores - as duas que mais se sobressaíram: coral e branco. Além disso, azul turquesa claro (cor da caixa da Tiffany). E também todas as fortes, o preto, as cor de sorvete e as mais apagadas e com cara de lavadas.

. Estampas: florais e digitais.

. Bordados: muitos e em todos os estilos de peças. Valem os paetês de todos os tamanhos, os metais pequenos e as miçangas e contas coloridas para um toque africano.

. Peça mais vista: vestidos. Em geral, curtos, com cintura marcada, com leves drapeados ou pequenos babados. Decotes: todos (caiu um pouco o favoritismo do tomara-que-caia). Uma suave volta dos longos para o dia. Grande oferta dos curtos de festa, vestidos de coquetel em todos os formatos. Estampados ou lisos (cores vivas, rosa pele, pretos).

. Peça (quase) nova 1: top/bustiê (do tipo que o Reinaldo Lourenço fez no verão passado).

. Peça (quase) nova 2: paletozinhos curtos para usar sobre vestidos.

. Calças: a mais nova é a “alicate” que no cabide tem as pernas tortas de um caubói. Continuam as cenoura, as justinhas, todas curtas ou de barra dobrada. Jeans, idem.

. Detalhes também bastante vistos: bermuda ciclista embaixo e vestidos, o uso do crochê,  do plástico transparente, da malha rede em alças ou bermudas. Por conta da Copa do Mundo de Futebol, o tema África também apareceu um pouco nas roupas (menos), um pouco nos acessórios e detalhes (mais).

. Malharia: cardigãs curtos (lisos, listrados), camisetas femininas larguinhas e de mangas bem curtas, regatas. Todas elas têm algum detalhe (enfeite, bordado de metal, paetê, estampa, mistura com malha rede, plástico transparente etc...).

. Sapatos: muitas roupas femininas e delicadas foram apresentadas com sapatinhos baixos, de amarrar, um pouco bicudos. Vieram para substituir as sapatilhas. No mais, anabelas altas com solas forradas de juta, os de solas tratoradas, os tamancos altos e as piriguetes altonas de sempre.

. Masculino: nada de muito novo no front. Calças mais curtas, camisetas com discreto decote em V, algumas mais longas para usarem por dentro da calça.
Bjokas Lulus1

Nenhum comentário: